Perfil no Orkut usa caso Isabella para disseminar programa invasor

154
Usuários do Orkut estão utilizando o caso da menina Isabella Oliveira Nardoni, 5, que morreu no último sábado (29), para distribuir uma praga na internet. Um perfil falso da mãe da menina, Ana Carolina Cunha de Oliveira, contém um link para um site com aplicativo invasor.

Em e-mails enviados na quinta-feira (3), um usuário pede que os internautas do Orkut adicionem um perfil de Oliveira à sua lista de amigos –a página, hospedada no site de relacionamentos, é falsa. Na descrição do “profile”, cheia de erros de digitação, o usuário é convidado a ver um vídeo da reconstituição do “incidente” no site “reconstituicaodoincidente.rg3.net”.

Ao abrir o site, é disparado o download do arquivo “reconstituicao_MID.cmd”, que na realidade é um programa espião, usado para monitorar senhas e outros dados pessoais do internauta.

Segundo o programador de web Vinicius K-Max, o aplicativo pode se apoderar da conta do Orkut do usuário para enviar o link para amigos, por scrap, fazendo com que o aplicativo malicioso de espalhe pela rede. “Muitos nem imaginam que tiveram a conta seqüestrada e estão sendo usados para disseminar esse tipo de coisa”, K-Max.

3 Comments on "Perfil no Orkut usa caso Isabella para disseminar programa invasor"

  1. Foi bom avisar. Só não apreciei o redirecionamento em comentários.

    Abs

  2. Em breve vou arrumar o java de redirecionamento, sei que é chato.
    abraços

Leave a comment

Your email address will not be published.


*